“Ajuste fiscal não vai resolver a crise política e econômica”, diz Romero Jucá

ROMERO JUCA OAB SPO senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator da reforma política no Senado, afirmou nesta segunda-feira (14) que “Ajuste fiscal não vai resolver a crise política e econômica do país. Ajuste fiscal é obrigação do governo e está na lei fiscal,  disse. As afirmações do senador foram feitas durante palestra  proferida no Seminário “ Saídas para Crise”, organizado pela OAB ( Ordem dos Advogados do Brasil ) e  TV Cultura, em  São Paulo.

O seminário da OAB, com a participação de diversos especialistas, discute até amanhã soluções para o país e tem o objetivo de melhorar as políticas públicas. As propostas apresentadas durante o evento resultarão em um documento que  será encaminhado aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Jucá disse ainda que o governo fez intervenções “ atabalhoadas” em alguns setores da economia e completou: “ Precisamos recuperar a segurança jurídica e a credibilidade para que o Brasil possa se recuperar”.

Seminário

A TV Cultura, a Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB SP), a Assembleia Legislativa de São Paulo e o Instituto de Estudos Avançados da USP realizam nos dias 14 e 15 de setembro, o seminário Saídas para a Crise. O evento, aberto ao público, é parte da campanha Saídas para a Crise promovida pelas entidades, entre 27 de agosto e 15 de setembro, e que conta ainda com outras ações, como edições temáticas do Roda Viva e do JC Debate, e série especial de reportagens e entrevistas no Jornal da Cultura.

No seminário, que ocorre na sede da OAB SP, das 8h às 17h, participam das mesas de debates personalidades  políticas, jurídicas e empresariais, além de comentaristas da TV Cultura.

Participam do evento,  o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes; o Ministro da Justiça,José Eduardo Cardoso; o senador Romero Jucá; o jurista Modesto Carvalhosa; a subprocuradora geral da República, Janice Ascari; o empresário Jorge Gerdau; o economista Luiz Carlos Mendonça de Barros; e o filósofo Luiz Felipe Pondé.

Deixe uma resposta