Boa Vista celebra 60 anos da imigração japonesa e tratado de amizade entre Brasil e Japão

Foto: Vitória Barreto
Foto: Vitória Barreto

Você gosta de comida japonesa? Já assistiu a vários desenhos da cultura oriental? Acha lindo olhinhos pretos e puxados? Se você respondeu sim para algumas dessas perguntas, então de alguma forma você ama esse povo e sua cultura. Os japoneses chegaram ao Brasil em 1908 e se espalharam pelo país. Em Roraima, imigraram pela primeira vez em 1955 e depois em 1961, cheios de esperança de uma vida melhor.

Essa é a história das mais de 120 famílias japonesas que encontraram aqui um lugar ao chão e gente acolhedora. Com muita vontade de crescer, eles ajudaram a construir Boa Vista. Mãe de três filhos e cinco netos, a empresária Natsuyo Seki, 65 anos, veio para o estado na segunda leva da imigração. Acompanhada da família que fugia da situação crítica do Japão, ela afirma que seu pai encontrou aqui esperança de dias melhores.

“Eu sou muito grata a esta nação e muito mais a este lugar, porque nos recebeu muito bem. Quando meu pai viu a oportunidade de vir para o Brasil, ele tinha duas opções: São Paulo ou a Amazônia. Ele não pensou duas vezes. Viemos direto pra cá. No início, ficamos morando na região do Taiano. Depois de quatro anos nos mudamos para Boa Vista. Aqui constituímos famílias e hoje somos dono do nosso próprio negócio”, contou.

Além da cultura, os japoneses acompanharam o crescimento da cidade. Aos poucos foram se misturando ao povo macuxi, aos nordestinos, aos sulistas e formaram novas famílias. Hoje, Boa Vista concentra vários restaurantes com culinária japonesa. A Associação Nipobrasileira de Roraima (Anir) em parceria com a Prefeitura de Boa Vista, promovem o evento que celebra os 60 anos da imigração japonesa no estado e os 120 do tratado de amizade entre Brasil e Japão.

“Você chegar a um local que não é seu e sentir-se bem, perceber que as pessoas se interessam pela sua cultura, é maravilhoso. Essa programação é uma forma de nos homenagear. Brasileiro é um povo acolhedor por natureza e o roraimense nem se fala. Fico muito feliz em fazer parte dessa história, de ter crescido junto com essa cidade, que tanto amo e não troco por nenhum outro lugar no mundo. Simplesmente porque eu amo Boa Vista”, afirmou Natsuyo.

Programação – Durante a semana, os visitantes podem conferir no Pátio Roraima Shopping, workshops de origami, taiko, desenhos de mangá e apresentações culturais. A programação segue até o próximo domingo, 6. Os minicursos são gratuitos e abertos para toda a comunidade.

Deixe uma resposta