CULTURA: Roraima recebe oficinas de orientação sobre editais

DSC_9260O MinC (Ministério da Cultura), por meio da Secretaria Nacional da Cidadania e da Diversidade Cultural, lançou, no início do mês de julho, três editais para fomento de iniciativas relacionadas à Política Nacional de Cultura Viva. Ao todo, serão liberados R$ 13,4 milhões, a serem distribuídos entre 210 iniciativas culturais.

Buscando mobilizar uma maior participação da comunidade cultural nos estados, nos dias 05 e 06 de agosto, a Representação Regional Norte do Ministério da Cultura, estará em Roraima para realizar oficinas de orientação para o público interessado em participar dos editais: Pontos de Mídia Livre, Pontos de Cultura Indígenas e Cultura de Redes. No dia 05, a oficina será no município de Mucajaí, já no dia 06, na Videoteca do Palácio da Cultura Nenê Macaggi.

Para o secretário estadual de Cultura, Marcos Jorge de Lima, este será um momento para os interessados em participar dos editais tirarem dúvidas e obter informações mais detalhadas sobre o assunto. “Receber orientações e esclarecimentos, por meio de oficinas como estas, é fundamental. As capacitações serão sempre a melhor forma de incentivar a participação do público deste setor nos respectivos editais. Essas ações, sinalizam o compromisso do MinC em apoiar de maneira continua as atividades que estão na base da sociedade brasileira”, afirmou.

EDITAIS – O primeiro edital apoiará iniciativas de comunicação compartilhada e participativa que busquem interatividade com o público, realizadas ou promovidas por coletivos culturais ou por entidades culturais. Trata-se da Terceira Edição do Prêmio Pontos de Mídia Livre, destinado a entidades e coletivos culturais que diretamente produzem e/ou apoiam iniciativas de mídia livre.

O segundo edital destina-se à valorização e estímulo a iniciativas culturais de povos indígenas e suas comunidades, certificando-as como Pontos de Cultura, caso desejem. Somente os povos indígenas e suas comunidades poderão concorrer, mas eles poderão ser representados por organizações indígenas juridicamente constituídas (com CNPJ) ou por pessoa física, mediante autorização expressa das comunidades representadas.

O terceiro edital é destinado a entidades culturais e a coletivos culturais, certificados ou não como Pontos de Cultura, e irá fomentar redes culturais brasileiras locais. Serão escolhidas 40 iniciativas, divididas em duas categorias, e cada iniciativa receberá R$ 50 mil.

As inscrições dos três editais poderão ser realizadas até o dia 18 de agosto, preferencialmente pela Internet. Para mais informações e consulta aos editais, acessar o site do MinC: www.cultura.gov.br.

Deixe uma resposta