QUALIFICAÇÃO: Jovens do Crescer aprendem técnicas de pintura

Nesta quinta-feira, 28, começou o ciclo de capacitação com 20 jovens do Projeto Crescer, da sede do Calungá. Eles fazem parte da turma do curso de pinturas de paredes ministrado por representantes da Suvinil, das empresas Pincéis Atlas e 2B AutoTintas. Os parceiros aceitaram o convite para profissionalizar os jovens, com aulas teóricas e práticas com direito a certificados e todo acompanhamento durante o curso.
É importante destacar, que além de ofertar o curso e certificados, os parceiros doaram todo o material para pintura de toda a sede como parte prática da capacitação. Quem articulou a parceria foi o secretário adjunto de Gestão Social, Moacir Collini. Segundo ele, este é o processo de consolidação do Crescer como uma política pública, com a intensa participação e apoio da sociedade civil e empresariado local.
“Esta parceria é resultado do processo atual que estamos buscando no Crescer, que é articular o projeto com a iniciativa privada. Sempre articulamos internamente, entre as secretarias, em ações, atividades ou com outros órgãos públicos. Agora começamos a experiência de articular com o empresariado. Os jovens estão aprendendo diversas técnicas, tais como avaliar paredes, fazer orçamentos, conhecer os equipamentos, tipos de tintas e a parte prática é a própria pintura dos galpões da sede do Calungá”, ressaltou.
O interesse do jovem, Wadson Nascimento, 23 anos, pelo curso foi imediato. Isso porque o rapaz já faz trabalhos de pintura há algum tempo, mas o que faltava era uma capacitação específica na área. “Apareceu à oportunidade, não pensei duas vezes e me inscrevi. Estou aprendendo muitas coisas que não sabia materiais que eu nunca tive acesso, sem contar a praticidade de você conhecer as técnicas e equipamentos que facilitam o trabalho braçal”, disse.
O curso deve durar o tempo necessário para que todos os galpões da sede sejam pintados. Os técnicos farão o monitoramento e estarão à disposição dos jovens para as eventuais dificuldades encontradas. O representante da Pincéis Atlas, João Clineu, trouxe todo o material doado e explicou a função de cada item. Já o representante da 2B AutoTintas, trouxe as tintas e explicou as técnicas de pinturas e busca pelas tonalidades desejadas.
“Estamos trazendo informações valiosas para quem pretende se profissionalizar na área. Na parte teórica, estamos fazendo demonstração de como se usa as ferramentas, preparação de superfície e aplicação das tintas. E hoje à tarde e amanhã demonstraremos na prática. A intenção é passar pra eles este conceito para que eles venham tomar o interesse de se profissionalizar e desenvolver habilidades como pintores”, ressaltou João Clineu.
Na tarde desta quinta-feira, 28, os jovens começaram a pintar o Galpão Cultural, sede do Projeto no Calungá, localizado na rua Surumú, 1509. A ideia é que eles pintem todos os galpões com cores diferentes para melhorar a identificação das oficinas e setores do prédio.
Fonte: PMBV

Deixe uma resposta