RADIOTERAPIA: Projeto para implantação do serviço é aprovado

A implantação do serviço de radioterapia no Estado está cada vez mais perto de ser concluída. Na tarde desta terça-feira (26) o Ministério da Saúde enviou representante para apresentação final do projeto arquitetônico e o documento foi aprovado. Agora o Governo Federal deve licitar a obra, o que está previsto para ocorrer em até 60 dias.

A arquiteta do ministério se reuniu com representantes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Unacon (Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia) e CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), que analisaram e aprovaram o projeto arquitetônico. A obra deve iniciar até janeiro de 2018, com inauguração prevista também para o ano que vem.

De acordo com a coordenadora geral de Vigilância em Saúde, Daniela Souza, a próxima etapa é levar o projeto para Brasília para que seja iniciado o processo de licitação, o que está previsto para ocorrer em até dois meses. “Após finalizada a licitação, em seguida poderão ser iniciadas as obras do novo prédio, que devem durar pouco mais de seis meses”, complementou.

O prédio será construído próximo ao HGR, por trás do Laper (Laboratório de Anatomocitopatologia de Roraima). O plano inclui construção do bunker (espaço destinado para instalação do aparelho) e a aquisição de um acelerador linear, principal equipamento usado para o tratamento de radioterapia.

O coordenador da Unacon, Anderson Benetta, explicou que quem necessita de radioterapia hoje em Roraima consegue se tratar por meio de TFD (Tratamento Fora de Domicílio), mas após a obra, os pacientes poderão obter o tratamento sem se afastar de casa. “É mais uma conquista dessa gestão para o nosso Estado e para os pacientes que fazem tratamento de câncer. A medida não seria possível sem o empenho de todos os envolvidos”.

QUALIFICAÇÃO – Técnicos de radiologia do HGR já estão passando por uma qualificação técnica em radioterapia pelo Ministério da Saúde e mais dois profissionais estão em qualificação em São Paulo, desde maio. Outros três técnicos de radiologia começaram o curso técnico na Bahia e concluem em fevereiro do ano que vem.

Outra medida do Governo do Estado com relação à radioterapia foi a contratação de uma médica rádio-oncologista. A profissional está trabalhando na Unacon desde abril, prestando apoio aos pacientes do Estado que necessitam de radioterapia e que atualmente são atendidos por TFD. Em 2016, por exemplo, 1.114 passagens foram emitidas para TFD e destas, 177 foram para tratamento oncológico.

Único centro credenciado pelo Ministério da Saúde para o tratamento de pessoas com câncer no Estado, a Unacon funciona no HGR e oferece todo o acompanhamento e tratamento para o câncer, com exceção das sessões de radioterapia.

A Unacon fechou 2016 com 21,8 mil atendimentos ambulatoriais. A meta é dobrar o número de atendimentos na unidade após a reforma da unidade, que passará a ocupar todo o bloco A do HGR.

Deixe uma resposta