Romero Jucá denuncia conflito na fronteira com Venezuela

romero juca em plenario dia 16.09Brasília – O vice-presidente do Senado, Romero Jucá (PMDB/RR), durante discurso no plenário do Senado nesta quarta-feira (16), denunciou conflito envolvendo brasileiros e venezuelanos na cidade fronteiriça de Pacaraima em Roraima.  Jucá informou que já entrou em contato com o Itamaraty  solicitando ações para contornar a situação.

O parlamentar explicou que tudo começou com a prisão de um integrante da guarda venezuelana, o primeiro sargento da Força Armada Bolivariana, Elvis Geovanny Manrique Marcano,  no último dia 02 na cidade de Pacaraima, por assalto a um estabelecimento comercial no município roraimense.

Após a prisão do militar, os brasileiros que vão até a Venezuela, atravessando a fronteira na cidade de Pacaraima, denunciam que estão sofrendo retaliações por parte da Guarda Nacional Venezuelana. “ Isso está criando uma grave crise na fronteira. Mais de dez brasileiros já foram presos do fim de semana para cá. Comuniquei o Itamaraty e o embaixador brasileiro está atuando agora nesta questão.  Nós não vamos admitir retaliações. Eu espero que a diplomacia brasileira possa agir rápido e resolver esta questão”, diz Romero Jucá.

Jucá explicou que o sargento venezuelano,  Elvis Geovanny, que foi autuado em flagrante por roubo,  está detido na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, na zona rural de Boa Vista/RR “ Espero que, com a comprovação desse crime, a situação possa ser resolvida. Então, fica aqui este alerta ao Itamaraty e o registro à população de Roraima para que saibam que estamos tomando as providências necessárias para evitar esse abuso na fronteira e evitar a exposição de brasileiros no território venezuelano”.

Deixe uma resposta