Suely Campos pede aduana na Venezuela e Dilma concorda

Presidenta-e-Governadora---Foto-fer-(622)discurso(1)Durante a visita da presidente Dilma Rousseff a Roraima, nesta sexta-feira, dia 7, a governadora Suely Campos pediu atuação diplomática da governante com a Venezuela para possibilitar que o Extremo Norte do país tenha acesso ao mar, por meio de aduana no Porto de Guanta, na Venezuela.

“Para dispormos de docas exclusivas nesse porto de mar, para o escoamento da produção, necessitamos apenas de acordo entre o Brasil e a Venezuela, semelhante ao firmado em 1957, quando o Brasil cedeu docas ao Paraguai, no porto de Paranaguá, permitindo ao Paraguai receber suas mercadorias via porto marítimo”, defendeu a governadora em seu discurso.

Ela explicou que a Venezuela e a Guiana, assim como os países caribenhos, a Ásia e os Estados Unidos, são mercados potenciais para Roraima, que tem condições de produzir alimentos. “Estamos localizados a 1.300 quilômetros do porto de Guanta, na Venezuela, que fica a dois dias do canal do Panamá e de frente para os mercados consumidores do Caribe. Portanto, essa é uma solução para incentivar a exportação”, acrescentou.

Na sua fala, após o discurso da governadora Suely Campos, a presidente Dilma Rousseff concordou com o pedido e reforçou que a criação de uma aduana brasileira no porto de Guanta pode beneficiar Roraima, que faz fronteira com a Venezuela, e o Brasil, ao estimular a exportação de alimentos.

“Queria destacar, sobretudo a necessidade de um acordo para o porto de Guanta. É importante que Roraima se coloque nessa posição, porque ele é o estado mais próximo da Venezuela, que é um país de milhões de habitantes. É um país que precisa receber alimentos, tanto grãos quanto proteínas”, pontuou a presidente.

CASAS – A presidente chegou a Roraima por volta das 11h30. Ela desembarcou na Base Aérea de Boa Vista, onde foi recepcionada pela governadora Suely Campos. De lá, elas seguiram de helicóptero para a zona oeste da capital, onde Dilma entregou 747 casas do programa Minha Casa, Minha Vida. Após a solenidade, a presidente embarcou para Brasília (DF).

Fonte: SECOM-RR

Deixe uma resposta