UERR terá curso de Medicina em 2018 para atender demanda na saúde

Sensibilizada com a educação superior do Estado de Roraima, a governadora Suely Campos anunciou nesta quinta-feira, dia 28, no Espaço Nobre, a implantação do curso de medicina na Uerr (Universidade Estadual de Roraima) para o ano de 2018. O anúncio aconteceu na cerimônia de colação de grau de 166 estudantes da Uerr.

“Estamos estudando a viabilidade economia e estrutural para que seja implantado o curso de medicina na Uerr, Campus Boa Vista. Temos um déficit de médicos no nosso Estado, então é preciso qualificar e formar nossos médicos aqui, para que no futuro eles possam atender a todas as demandas, principalmente no interior”, enfatizou Suely Campos.

O anuncio faz parte de um pacote de medidas adotadas pela governadora para alavancar a educação no Estado. Entre as mediadas estão à implementação do Campus de Excelência Aplicada à Educação com a criação da Escola de Aplicação e mais um campus da instituição.

As atividades aconteceram de maneira integrada com a Seed (Secretaria Estadual de Educação e Desporto) na Escola Severino Cavalcanti, Zona Leste da Capital, com o ensino fundamental e médio, durante o dia e, à noite, aulas nos cursos superiores de licenciaturas.

“Distribuídos em 22 cursos, essa foi a maior formatura que já houve na Uerr em 11 anos. Lançamos hoje, uma serie de medidas que, aos poucos, fortalece nossa instituição. A Uerr está contribuindo significativamente para a formação intelectual do nosso Estado, pois são pessoas importantes para a consolidação da Instituição”, ressaltou Suely.

MAIS AVANÇOS – Completando 11 anos de implantação em 2017, com essa turma, a Uerr já colocou no mercado de trabalho, 5.416 novos profissionais. A partir de 2018, a instituição vai disponibilizar ensino na modalidade de Educação a Distancia nos campi de São João da , com três cursos, Rorainópolis, com quatro cursos, Caracaraí, três cursos, e Boa Vista, com três cursos.

De acordo o reitor da Uerr, Regys Freitas, a Universidade avançou expressivamente nos últimos três anos, graças ao apoio da governadora. “Fizemos uma política de valorização interna baseada no tripé institucional e que precisa ser alavancado, os resultados só foram alcançados durante esses últimos três anos. Isso só foi possível, porque a governadora tem nos apoiado”, garantiu Regys.

GESTÃO PARTICIPATIVA – Pela primeira vez a Uerr, por meio do voto de alunos, técnicos e professores, escolheu o reitor e o vice-reitor da instituição. A atual gestão implantou as cinco especializações que são dedicadas a Gestão e Docência do Ensino Superior, Enfermagem Obstétrica, Educação do Campo e suas Metodologias, História da Amazônia, Língua Portuguesa e Literatura.

“Nós temos alavancado referencialmente e nacionalmente com índice extremamente positivos. Dos quatro mestrados ofertados na Uerr, três foram criados pela atual gestão, além dos três doutorados na modalidade Doutorado Interinstitucional. Em parceria com outras universidades e instituições estamos avançando na elevação potencial no ensino superior no estado”, ressaltou.

A Uerr oferece hoje os seguintes cursos: Matemática, Geografia, Educação Física, Física, Letras/Literatura, Letras/Inglês, Letras/Espanhol, Química, Ciências Biológicas, Filosofia, História, Pedagogia, Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Serviço Social, Enfermagem, Administração, Ciências da Computação, Segurança Pública, Agronomia, Direito, Sociologia, Pedagogia do Campo, Pedagogia Indígena, Ciências da Natureza e Matemática. Além das turmas de Primeira e Segunda Licenciaturas do Parfor: Matemática, Geografia, Ciências Biológicas, Letras/Literatura, Letras/Inglês, Letras/Espanhol.

Deixe uma resposta